Formação sobre Sentido de Vida – A perspectiva antropológica espanhola

Aula em duas partes de 1h cada.

A vontade de sentido é uma realidade humana (como bem salientou Viktor Frankl). Todos nós temos essa pretensão de realização existencial, da qual depende nossa felicidade.

Justamente por não nos sentirmos instalados em nossos destinos é que caímos na paralisia biográfica, ou, a ausência de sentido que gera o tédio tão presente em nossos dias.

Os filósofos espanhóis – da Escola de Madri – têm interessantes contribuições para o tema. Ortega y Gasset e Julián Marias falam da estrutura do homem, realidade em aberto que “faz a si mesma” pelas escolhas que empreende ao longo da vida. Por isto a felicidade e o sentido da vida estão intimamente ligados à posse de si e ao horizonte existencial de cada um; ao que tomamos por verdadeiramente “nosso”, vocacional.

Gravada em Londrina (PR), no dia 23 de maio, esta formação aborda este grande tema de forma inicial, propondo as perguntas mais radicais que devem desencadear as respostas pessoais indispensáveis a quem quer que anseie por felicidade.

Formação sobre Sentido de Vida